Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb
Comunidades Virtuais - AlzheimerDoençaPesquisasLinksFórum
Alzheimer

Doença de Alzheimer

Dr. Paulo Bertolucci

Introdução Descrição Diagnóstico Tratamento Bibliografia

Descrição

Qual é a causa da doença?
Em que idade a doença de Alzheimer costuma se manifestar?
Além da perda de memória, quais são os outros sintomas da doença?
Como evolui a doença de Alzheimer e quais suas conseqüências?
Como a doença afeta a cognição?
Como a doença afeta o dia-a-dia do paciente?
Que tipos de alterações no comportamento a pessoa pode apresentar?

Qual é a causa da doença?

A causa da doença de Alzheimer é desconhecida. Sabe-se que os neurônios morrem pelo acúmulo de proteínas em formas que não são normalmente encontradas no cérebro, tanto dentro - a proteína tau, como fora dos neurônios- a proteína beta-amilóide. O que não se sabe é porque se inicia esse processo. No início da doença, essa perda das células cerebrais não acontece de forma homogênea, ocorrendo principalmente nas áreas responsáveis pela memória e funções executivas, isto é, pelo planejamento e implementação de ações complexas. Depois, outras regiões são atingidas, comprometendo cada vez mais o estado mental da pessoa.

A doença envolve um fator genético; quem tem um familiar próximo como pai ou mãe com a doença tem maior chance de desenvolvê-la. Entretanto, devem haver outros fatores além do genético, porque mesmo entre gêmeos idênticos é possível que um desenvolva a doença e outro não, o que sugere que fatores ambientais também devem ser importantes.

[sobe]

Em que idade a doença de Alzheimer costuma se manifestar?

Em geral, a doença de Alzheimer inicia a partir dos 60 anos, com lapsos de memória. É importante lembrar que essa queixa é comum nessa faixa de idade e que a maior parte das pessoas NÃO tem a doença.

Perder a memória não é algo que acontece necessariamente apenas porque a pessoa está envelhecendo. A partir dos 50 anos, algumas pessoas podem ter perda exclusivamente da memória recente, sem comprometimento de outras funções, algo bem diferente do que ocorre nas demências.

Para falar em doença de Alzheimer, é preciso também haver o prejuízo em pelo menos uma outra área da cognição, por exemplo função executiva ou linguagem, além da memória.

[sobe]

Além da perda de memória, quais são os outros sintomas da doença?

  • - dificuldade de abstração e planejamento: a pessoa não consegue controlar as finanças, prosseguir na leitura de um livro ou acompanhar um jogo de cartas;
  • dificuldade de linguagem: pode aparecer também dificuldade para encontrar palavras quando os objetos são apontados e há uma falsa impressão de dificuldade em reconhecer pessoas porque os nomes são trocados;
  • dificuldade de orientação temporal: ainda no início da doença, a pessoa tem problemas para saber qual é o dia do mês. Com a progressão da doença o sintoma se acentua, fazendo com que o período do dia seja confundido. Isso mais a dificuldade de memória fazem com que o almoço ou jantar seja solicitado várias vezes;
  • dificuldade de realizar tarefas simples: como escolher a roupa adequada ou tomar banho;
  • desorientação espacial para percorrer trajetos conhecidos ou localizar-se nos lugares.
  • alteração do comportamento: o mais comum é a agitação, mas pode também haver agressividade. A pessoa pode ter delírios, por exemplo, achar que está sendo roubada ou perseguida por alguém. Mais raramente, mas ainda assim de modo bastante comum, pode haver alucinações, onde o doente vê pessoas ou ouve vozes. Essas alterações podem acontecer a qualquer hora, mas muitas vezes são mais intensas ou só se manifestam da metade para o final da tarde. Outra alteração freqüente é a tendência a andar de um lado para o outro sem objetivo.
  • alteração do apetite: em geral, com tendência a comer de modo exagerado;
  • alteração do sono: insônia e agitação durante a noite.

[sobe]

Como evolui a doença de Alzheimer e quais suas conseqüências?

Em sua evolução a doença de Alzheimer afeta três áreas fundamentais:

  • a cognição;
  • as atividades do dia-a-dia;
  • o comportamento.

[sobe]

Como a doença afeta a cognição?

Há uma perda progressiva da memória, começando para fatos recentes e progredindo até a perda total, em que a pessoa não lembra o próprio nome.

A desorientação temporal começa precocemente, a pessoa tem dificuldade em determinar o período do dia - manhã ou tarde, por exemplo.

Com a evolução da doença, ocorre também desorientação espacial. No começo, para lugares não freqüentados habitualmente, progredindo até desorientação dentro da própria casa. Na linguagem, a dificuldade inicial é para encontrar palavras e escrever, chegando ao mutismo e à incapacidade para compreender a linguagem.

[sobe]

Como a doença afeta o dia-a-dia do paciente?

As alterações da cognição levam a uma progressiva perda da independência no dia-a-dia. De início, as atividades mais complexas, como o controle de finanças ou a capacidade de realizar pequenos consertos, ficam impossibilitadas.

A dificuldade para realizar a seqüência correta de movimentos faz com que a troca de roupas ou o uso de talheres se tornem complicados.

À medida que a doença avança não é mais possível coisas mais simples, como extrair sentido da leitura de um livro ou jogar cartas e, com o tempo, usar sanitário e o paciente torna-se incontinente, tanto para urina como para fezes.

No estágio final, a pessoa fica restrita ao leito, muda, sem manifestar reconhecimento, alimentada por sonda.

[sobe]

Que tipos de alterações no comportamento a pessoa pode apresentar?

As alterações de comportamento podem ser precoces. É freqüente encontrar agitação e agressividade e pode haver delírios e alucinações. Além disso, a pessoa pode repetir a mesma ação, como andar de um lado para outro ou repetir o mesmo som. Muitas vezes, essas alterações dificultam o cuidado e podem ser difíceis de tratar.

[Introdução] [Descrição] [Diagnóstico] [Tratamento] [Bibliografia]


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


Últimas Notícias
marcador Será que as mães sabem quando basta?
marcador Crianças que assistem programas para adultos antecipam a atividade sexual
marcador A relação entre o sal e a hipertensão
marcador Dieta mediterrânea reduz risco de danos cognitivos
marcador Drogas para alcoolismo contêm urgência para apostadores patológicos
marcador Poluição na estrada aumenta o risco de alergia em crianças
marcador Dormir mais afeta positivamente o desempenho cognitivo
marcador Beber álcool regularmente pode diminuir risco de artrite reumatóide
marcador Crianças com baixa densidade óssea têm deficiência de vitamina D
marcador Pressão e colesterol altos podem estar associados com doença vascular da retina
marcador Drogas anti-inflamatórias não melhoram função cognitiva em idosos
marcador Atividade física previne câncer de mama em certos grupos
marcador O segredo da vida longa pode não estar nos genes
marcador Excesso de ferro pode prejudicar crianças
marcador Doenças mentais nos pais associadas a autismo nos filhos
marcador Obesidade piora o impacto da asma
+ saúde
marcador Importância da atividade física
marcador Coma um pouco de tudo e de tudo um pouco
marcador Pirâmide alimentar
marcador Soja reduz níveis de colesterol
marcador Maçã protege contra câncer e radicais livres
marcador Todos os vegetais podem prevenir câncer de próstata
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter