Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Doenças e Prevenção

Varizes - Descrição

Profa. Dra. Merisa Garrido

IntroduçãoDescriçãoDiagnósticoTratamentoBibliografia
Varizes - que doença é esta?
Onde se localizam as varizes?
Por que as varizes dos membros inferiores são as mais freqüentes?
Porque somente as veias superficiais se tornam varicosas?
Quais as causas para o surgimento das varizes?
O que sente o portador de varizes?
As varizes só aparecem em mulheres?
E quais as complicações das varizes?
Todos os portadores de varizes acabam apresentando complicações?

Varizes - que doença é esta?

Varizes, veias varicosas, doença varicosa são os termos tanto populares como científicos, pelos quais se conhece esta modalidade de doença venosa crônica, considerada a 7ª doença crônica do mundo ocidental.

Como varizes entende-se a deformação das veias superficiais localizadas nos membros inferiores que se tornam tortuosas, dilatadas, palpáveis e com diâmetro superior a 4 mm, conferindo aparência desagradável às pernas.

Pelo acanhamento de exibí-las, muitas vezes privam seu portador do prazer de determinados tipos de lazer tão comuns e agradáveis num país de clima tropical como o nosso.

[sobe]

Onde se localizam as varizes?

As varizes podem ocorrer em diversas partes do corpo, mas com muito maior freqüência nos membros inferiores.

A grande safena (que percorre a parte interna da perna e a face anterior da coxa), a mais longa das veias de nosso corpo e cujo trajeto é todo ele superficial, é a veia mais afeta à transformação varicosa. Cerca de 90% das varizes estão localizadas nela ou em seus ramos. Esta veia se popularizou devido à sua utilização nas revascularizações do coração, as pontes- safenas.

Também podem ocorrer na face posterior da perna (varizes da pequena safena), em alguns casos dizem respeito às duas safenas e, mais raramente, envolvem outras veias (varizes não safenianas). As veias superficiais são as que se tornam varicosas.

[sobe]

Por que as varizes dos membros inferiores são as mais freqüentes?

Devido à posição erecta do homem, o sangue que retorna das pernas para alcançar o coração através das veias, correndo de baixo para cima, tem que vencer a ação da gravidade e outros obstáculos a este retorno, tornando as veias dos membros inferiores mais suscetíveis às varizes.

É um dos tributos que o homem paga por ser bípede.

[sobe]

Porque somente as veias superficiais se tornam varicosas?

O sangue circula pelas veias que correm tanto superficialmente, como em partes mais profundas, partindo do pé e dirigindo-se para cima. As veias superficiais acabam desembocando nas profundas, tanto por sua terminacão como através de comunicações que se fazem ao longo de seu trajeto. As veias profundas, que são as mais importantes, correm pela parte interior da perna e da coxa, em meio à musculatura e, mais ainda, protegidas pela bainha aponeurótica (espécie de manguito de tecido fibroso, de pouca elasticidade) que, como uma meia, cobre a camada muscular.

Devido a essas condições, habitualmente, as veias profundas não se tornam varicosas. Já as superficiais, situadas acima da bainha aponeurótica, em meio ao frouxo tecido gorduroso sub-cutâneo, necessitam de boas paredes para suportar a ação das forças que se opõem ao retorno sanguíneo.

Se a parede da veia for fraca, se as válvulas não permitirem boa oclusão da luz (cavidade) da veia, ela não suporta a pressão e se dilata. Cria-se assim um círculo vicioso em que, dilatada a veia, mais curtas e ineficientes tornam-se as válvulas, as veias tornam-se mais dilatadas e tortuosas, suas paredes ficam ora adelgaçadas, ora espessas e portanto doentes - VARICOSAS .

[sobe]

Quais as causas para o surgimento das varizes?

A causa precisa para o surgimento das varizes não é conhecida mas deve-se provavelmente ao enfraquecimento das paredes das veias por um fator genético, determinante.

Existem também os chamados fatores desencadeantes ou fatores de risco: gestação, obesidade, condições de trabalho (longas horas de pé ou sentado), uso de anti-concepcionais, tabagismo, certas doenças, como a insuficiência respiratória crônica, etc. Isto diz respeito às chamadas varizes essenciais ou primárias.

As varizes também podem surgir logo após uma doença ou uma operação cirúrgica, ou pós-parto (varizes secundárias), em decorrência de trombose (obstrução por trombos) das veias profundas. São, por esta razão, chamadas de pós-trombóticas. O único caminho que o sangue encontra para retorno é através das veias superficiais, as quais dilatam-se a fim de conseguirem transportar este aumento considerável de fluxo.

Ainda mais raramente, as varizes podem ser secundárias a um trauma que produza lesão conjunta de artéria e veia, ocasionando comunicação arteriovenosa. Sendo a pressão arterial maior que a venosa, o sangue passa diretamente para a veia lesada produzindo sua dilatação

As varizes primárias aparecem discretamente, evoluem lentamente e são as mais comuns. As secundárias, no entanto, aparecem de modo súbito, ou melhor, têm seu início determinado por um episódio patológico bem definido.

Há ainda as varizes congênitas, ainda mais raras, em que o indivíduo já nasce com elas. Decorrem de defeitos no desenvolvimento intra-uterino. Têm disposição anárquica e geralmente estão associadas a deformidades do membro.

[sobe]

O que sente o portador de varizes?

O paciente sente desconforto que pode ser traduzido tanto pela aparência anti-estética que as varizes conferem às pernas (desconforto psicológico), como pelo incômodo que determinam o inchaço dos tornozelos, a sensação, de peso, o formigamento ou o prurido (coceira) e a dor nos finais de dia, sobretudo quando calorentos. Este desconforto aumenta nas mulheres durante o período menstrual ou durante as gestações.

É interessante lembrar que a dor nem sempre decorre do estado varicoso, mas de outras doenças associadas, ou do simples cansaço muscular.

[sobe]

As varizes só aparecem em mulheres?

As varizes também aparecem em homens, embora menos comumente. Esta diferença quanto ao sexo, praticamente desaparece com a idade, sendo a incidência de varizes maior nos idosos. Aos 70 anos cerca de 70% dos indivíduos apresentam algum tipo de varizes.

[sobe]

E quais as complicações das varizes?

As complicações mais freqüentes das varizes primárias são a trombose das veias varicosas (tromboflebite ou varicotrombose) devido à coagulação do sangue dentro das varizes pela lentidão da circulação e, a ruptura das varizes, com sangramento abundante (varicorragia) em conseqüência da pressão exercida sobre a parede da veia varicosa adelgaçada, muito superficial e sem a proteção do coxim adiposo, praticamente à flor da pele.

A ruptura de varizes pode ocorrer expontaneamente ou após um traumatismo.

Com o decorrer do tempo agrava-se o processo varicoso, pela persistência da dificuldade de retorno do sangue que fica estagnado na parte inferior da perna e no tornozelo (estase sanguínea).

Dá-se então, o extravasamento de elementos do sangue para os tecidos e o acúmulo de produtos da digestão celular, causando sérios distúrbios de nutrição na pele e na camada de gordura sub-cutânea, com intensa reação inflamatória. Daí resultam as complicações na parte distal da perna e no tornozelo: edema, manchas ocres, eczema, dermatoesclerose e úlcera de estase.

O edema (inchação) é a primeira a acontecer e a ele sucedem-se uma cadeia de conseqüências. Os pigmentos sangüíneos extravasados escurecem a pele- manchas ocres. A reação inflamatória desperta prurido intenso. Há exsudação e aparece o eczema. A pele descama e se espessa; endurecem pele e tecidos sub-cutâneos - dermatoesclerose. A pior de todas as complicações encontra então campo propício para o seu aparecimento; é a úlcera de estase (ferida na pele), geralmente no nível do tornozelo e que surge ao menor traumatismo. Aberta a úlcera, podem ocorrer outras complicações como a erisipela ou a infecção da própria úlcera com cronificação da mesma.

[sobe]

Todos os portadores de varizes acabam apresentando complicações?

A evolução do processo varicoso é variável. Não há correspondência entre o calibre, nem a quantidade de veias varicosas e as complicações, ou mesmo as queixas, pois, ambas podem existir com varizes pouco exuberantes. Ao contrário, pacientes portadores de varizes volumosas, às vezes, não têm queixas ou as têm escassas; isto está ligado à sensibilidade individual, extremamente variável, bem como à capacidade da bomba muscular da panturrilha (barriga da perna). Uma boa musculatura ajuda muito o retorno do sangue, mesmo em varicosos.

[sobe] [topo]

[Introdução] [Descrição] [Diagnóstico] [Tratamento] [Bibliografia]


Enviar a um amigo



[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


Outros artigos
bullet Alzheimer
bullet Aneurismas arteriais periféricos
bullet Aneurisma da Aorta
bullet Anorexia Nervosa
bullet Ansiedade
bullet Artrite Crônica Juvenil
bullet Artrite Reumatóide Juvenil
bullet Aterosclerose
bullet Autismo
bullet Bulimia Nervosa
bullet Catapora
bullet Colesterol Alto
bullet Depressão Infantil
bullet Distúrbios de Ansiedade
bullet Doenças da Coluna
bullet Doença de Parkinson
bullet Doença de Chagas Congenita
bullet Doenças Varicosas
bullet Embolia Arterial Aguda
bullet Epilepsia
bullet Esclerodermia
bullet Esclerose Sistêmica
bullet Espondilite Anquilosante
bullet Fadiga
bullet Fadiga Crônica
bullet Febre Amarela
bullet Febre Reumática
bullet Hepatite A - Vacina
bullet Hiperidrose
bullet Hipertensão Arterial
bullet HTLV-I
bullet Influenza A (H1N1)
bullet Meningite Neonatal
bullet Obesidade
bullet Pé Diabético
bullet Pressão Alta
bullet SAF
bullet Sedentarismo
bullet Síndrome do Anticorpo Antifosfolipídeo
bullet Síndrome de Hughes
bullet Síndrome de Reiter
bullet Telangiectasias
bullet Transpiração Excessiva
bullet Tromboembolismo Venoso
bullet Trombose Venosa Profunda
bullet Úlceras de Perna
bullet Vacinações
bullet Varicela
bullet Varizes
bullet Vasinhos
bullet Veias Varicosas
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter