Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Doenças e Prevenção

Expectativas Futuras no Tratamento de Insuficiência Cardíaca com a Cirurgia Cardíaca

Dr. Jarbas J. Dinkhuysen

A medicina atual busca identificar precocemente as pessoas com problemas cardíacos, que submetidas a medidas terapêuticas adequadas, podem ter o processo de deterioração cardíaca interrompido e, com isso, não se tornarem candidatas a um transplante cardíaco. A despeito de tudo, existem razões para otimismo, tendo em vista os excelentes resultados obtidos com o transplante, cujas variáveis cada vez mais a ciência se aprofunda e conhece.

Como são tratados os problemas de insuficiência cardíaca?

A ciência desenvolveu as bombas para assistência circulatória que, ligadas ao coração, auxiliam o órgão a impulsionar o sangue, e os desfibriladores que, por meio de uma descarga elétrica ao coração, resgatam os seus batimentos normais durante uma arritmia grave. Esses aparelhos são implantados ao organismo por longos períodos e até mesmo anos; o paciente vive normalmente, podendo passear, trabalhar e até mesmo viajar.

Outras bombas mais simples são usadas mais indiscriminadamente em casos de emergências para ajudar o coração por períodos menores, no máximo de 1 a 2 semanas, que muitas vezes é o tempo necessário para o coração recuperar-se e normalizar a sua função, ou surgir um doador para que possa ser realizado o transplante.

Outros dispositivos mais sofisticados já estão sendo empregados há algum tempo. São os chamados ventrículos artificiais implantáveis, movidos por uma bateria que o paciente carrega na cintura, dando-lhe uma condição física próxima a de uma pessoa normal. O que se tem observado é que boa parte desses pacientes adaptam-se tão bem a ponto de preferir ficar com o aparelho a ser submetido a um transplante cardíaco. No Brasil, um desses ventrículos artificias foi implantado recentemente, mas o seu uso é extremamente limitado pelos custos altíssimos que as nossas Instituições de Saúde não tem condições de arcar.

O que tem sido feito no Brasil para corrigir esses problemas?

O Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (F.M.U.S.P.) desenvolveu um ventrículo artificial para aplicação intrahospitalar e que já foi aplicado em alguns casos. Funciona como ponte para transplante, ou seja, um suporte circulatório mecânico que estabiliza quadros graves de insuficiência cardíaca, permitindo ao paciente aguardar um doador compatível. O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia está desenvolvendo um ventrículo artificial implantável e foram realizados com sucesso alguns implantes em animais.

Quais são os avanços da medicina no transplante de coração?

Nestes últimos 20 anos, ocorreu significativa melhora nos resultados dos transplantes cardíacos, não só a curto mas também a longo prazo, e muitas pessoas estão se beneficiando. A ciência médica tem conseguido grandes avanços no diagnóstico da rejeição ao órgão transplantado com a criação de novos métodos. As pesquisas enfocando o problema dos bloqueios de circulação coronária logo trarão mais elucidações.

Quais são as dificuldades da aplicação do transplante cardíaco?

A escassez de doadores limita a aplicação indiscriminada dessa terapêutica, havendo a necessidade de promover ações que propiciem o aumento do número de doadores para que maior números de pessoas sejam beneficiadas. Estima-se que de 20 a 40% dos pacientes em fase de espera de doador compatível faleçam. As causas desses óbitos estão geralmente relacionadas à falência circulatória progressiva ou à morte súbita devido a distúrbios graves do ritmo cardíaco. Estudos estão sendo desenvolvidos para transplantar o coração de um animal geneticamente preparado para o homem (xenotransplante), solucionando em definitivo a questão de escassez de doador.

Quais são as novas técnicas cirúrgicas que estão sendo desenvolvidas?

Uma delas a cardiomioplastia, que consta em envolver o coração com um músculo do tórax (grande dorsal) e estimular suas contrações com um marcapasso que acompanhe os batimentos cardíacos para ajudar o órgão doente a impulsionar o sangue. Alguns serviços no Brasil possuem boa experiência com essa técnica, ficando demostrado que é aplicável a pacientes selecionados e não é de uso indiscriminado em portadores de insuficiência cardíaca.

Outra proposta recentemente feita pelo cirurgião brasileiro Dr. Randas B.Vilela é remoção de um pedaço do músculo cardíaco para diminuir o seu tamanho e restituir maior vigor contrátil ao coração, melhorando assim os sintomas de insuficiência cardíaca. Trata-se um método ainda em estudo e a sua maior dificuldade é saber previamente quais os pacientes que mais se beneficiariam com esse procedimento, tendo em vista os resultados obtidos não apresentarem uniformidade.

A simples correção de um mau funcionamento de uma das válvulas do coração (insuficiência mitral), que invariavelmente está presente nos quadros de insuficiência cardíaca, é uma das propostas cirúrgicas mais recentes e a experiência clínica ainda é pequena para se ter uma idéia mais abalizada. Outra proposta é a estimulação bifocal com auxílio de marcapasso, indicado para alguns pacientes.

Por fim, já está sendo demonstrado que o cirurgião cardíaco, através de variadas técnicas, tem condições de recuperar aqueles corações que tiveram infarto e desenvolveram cicatrizes que dificultam o seu bom funcionamento. São os chamados aneurismas de coração que hoje não mais constituem problemas tendo em vista os bons resultados obtidos com o tratamento cirúrgico.

São Paulo, março de 2000.

Temas relacionados:

Obesidade por Dr. Alfredo Halpern

Sedentarismo por Dr. Turíbio Leite Barros Neto

Aterosclerose por Dr. Marcelo Chiara Bertolami

Colesterol Alto por Dr. Marcelo Chiara Bertolami

Hipertensão Arterial por Prof. Dr. Celso Ferreira

Transplante de Coração por Dr. Jarbas J. Dinkhuysen

[voltar]


Enviar a um amigo



[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


Outros artigos
bullet Alzheimer
bullet Aneurismas arteriais periféricos
bullet Aneurisma da Aorta
bullet Anorexia Nervosa
bullet Ansiedade
bullet Artrite Crônica Juvenil
bullet Artrite Reumatóide Juvenil
bullet Aterosclerose
bullet Autismo
bullet Bulimia Nervosa
bullet Catapora
bullet Colesterol Alto
bullet Depressão Infantil
bullet Distúrbios de Ansiedade
bullet Doenças da Coluna
bullet Doença de Parkinson
bullet Doença de Chagas Congenita
bullet Doenças Varicosas
bullet Embolia Arterial Aguda
bullet Epilepsia
bullet Esclerodermia
bullet Esclerose Sistêmica
bullet Espondilite Anquilosante
bullet Fadiga
bullet Fadiga Crônica
bullet Febre Amarela
bullet Febre Reumática
bullet Hepatite A - Vacina
bullet Hiperidrose
bullet Hipertensão Arterial
bullet HTLV-I
bullet Influenza A (H1N1)
bullet Meningite Neonatal
bullet Obesidade
bullet Pé Diabético
bullet Pressão Alta
bullet SAF
bullet Sedentarismo
bullet Síndrome do Anticorpo Antifosfolipídeo
bullet Síndrome de Hughes
bullet Síndrome de Reiter
bullet Telangiectasias
bullet Transpiração Excessiva
bullet Tromboembolismo Venoso
bullet Trombose Venosa Profunda
bullet Úlceras de Perna
bullet Vacinações
bullet Varicela
bullet Varizes
bullet Vasinhos
bullet Veias Varicosas
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter