Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias agosto 2015

Radiação moderada não causa problemas para gestante e o feto

Journal of the American Academy of Orthopaedic Surgeons, 06/08/2015

De acordo com um novo estudo, exames de imagem necessários para diagnosticar lesões traumáticas sofridas por mulheres grávidas são seguros quando usados corretamente.

Durante a gestação, cerca de 5 a 8% das mulheres sofrem lesões traumáticas, incluindo fraturas musculares. Para ajudar a avaliar e gerir essas lesões, ortopedistas recomendam frequentemente radiografias e outros exames de imagem. "Embora cuidados devam ser tomados para proteger o feto da exposição, a maioria dos estudos de diagnóstico é segura, e as doses de radiação destes estudos estão bem abaixo dos limites considerados de risco", diz o autor do estudo e cirurgião ortopédico Jonas L. Matzon, MD.

O diagnóstico apropriado e o tratamento dessas lesões é importante porque as lesões traumáticas são a principal causa de morte materna não-relacionada com a gravidez. Mulheres grávidas podem estar preocupadas com o impacto da exposição a radiação no feto e podem achar que o exame de imagem tem um risco muito alto. Este novo relatório mostra que "o verdadeiro risco é baixo, de modo que essas preocupações não devem impedir que as mulheres grávidas realizem exames de imagem quando necessário," diz o Dr. Matzon.

Raios-X e outros dispositivos de imagem emitem dois tipos de radiação: radiação não ionizante que não carrega energia suficiente para remover completamente um elétron de um átomo ou molécula, e radiação ionizante, que pode remover um ou mais elétrons de átomos e moléculas. Em doses elevadas o suficiente, radiação ionizante pode causar defeitos de nascimento ou abortos espontâneos e aumentar o risco de câncer. No entanto, a exposição fetal à radiação ionizante depende de muitos fatores, incluindo a parte do corpo que está sendo examinada, o tipo de imagem selecionada, a quantidade e o tipo de radiação emitida, constituição corporal da mãe, a distância entre o feto e a área a ser trabalhada, e os protocolos de segurança utilizados.

Por exemplo, ultrassonografia e ressonância magnética (MRI) não estão associadas a efeitos fetais conhecidos e são consideradas seguras para pacientes grávidas. Em contraste, a tomografia computadorizada (TC) da pelve possui em doses mais elevadas de radiação para o feto e, portanto, deve ser bem avaliada sua necessidade. "Se um paciente necessita de vários exames de imagem e repetidas doses de radiação, uma consulta com um especialista médico qualificado deve ser realizada para determinar a dose fetal estimada," diz o Dr. Matzon.

+ Artigos:

Prematuridade e infecções sao causas mais prováveis de dano cerebral entre os recém-nascidos - Journal Obstetrics & Gynecology, 06/06/03

Dor e lesões nos tecidos de recém-nascidos alteram o circuito nervoso e a reação a dor - Science, 27/07/2000

Antibiótico ligado a desordens intestinais em recém-nascidos - Journal of Pediatrics, 01/10/2001

Toxoplasmose: Médicos recomendam exame em todas mulheres grávidas e recém-nascidos. -American Journal of Obstetrics and Gynecology, 08/02/2005

A exposição elevada de recém-nascidos ao Oxigênio pode prejudicar a visão - Journal of Clinical Investigation, 14/03/2001


Buscar mais artigos:  


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2015
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Estudo mostra como a maconha suprime as funções imunes
marcador Chocolate preto é bom para diabetes Diabetic Medicine, 18/10/2010
marcador Exercícios podem aumentar o volume do cérebro de pacientes com esquizofrenia
marcador Óleo de peixe reduz risco de distúrbios psicóticos
marcador Chumbo pode ser o responsável pelo TDAH
marcador Desinfetantes podem levar ao crescimento de superbactérias
marcador O que você come depois dos exercícios faz diferença
marcador Poluição ambiental e diabetes podem estar associados
marcador Aveia é saudável
marcador Exercício reduz ansiedade, estresse e depressão na menopausa
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter